Hérnia Inguinal

O que é a hérnia inguinal?

Uma hérnia inguinal ocorre quando o tecido, como parte do intestino, se projeta através de um ponto fraco nos músculos abdominais. A protuberância resultante pode ser dolorosa, especialmente quando você tosse, se inclina ou levanta um objeto pesado. No entanto, muitas hérnias não causam dor.

 

Uma hérnia inguinal não é necessariamente perigosa. No entanto, ela não melhora por conta própria e pode levar a complicações com risco de vida. É provável que seu médico recomende cirurgia para corrigir uma hérnia inguinal que está dolorida ou que está aumentando. A correção da hérnia inguinal é um procedimento cirúrgico comum.

hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH

Ilustrações de uma hérnia inguinal com protrusão do intestino através do orifício herniário.

Quais os sintomas mais comuns?

Os sinais e sintomas de hérnia inguinal incluem:

  • Uma protuberância na área da virilha, de um ou dos dois lados, que se torna mais evidente quando você está de pé, especialmente se você tossir ou fizer força

  • Uma sensação de queimação ou dor nessa região

  • Dor ou desconforto na virilha, especialmente ao se curvar, tossir ou levantar

  • Uma sensação de peso na virilha

  • Fraqueza ou pressão na virilha

  • Ocasionalmente, dor e inchaço ao redor dos testículos quando o intestino saliente desce para o escroto ou bolsa testicular

hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH

Dor na virilha e protuberância ou abaulamento na região estão entre os sinais e sintomas mais comuns

Sinais de problemas

Se você não conseguir empurrar a hérnia para dentro, o conteúdo da hérnia pode estar preso (encarcerado) na parede abdominal. Uma hérnia encarcerada pode ser estrangulada, o que interrompe o fluxo sanguíneo para o tecido que está preso. Uma hérnia estrangulada pode ser fatal se não for tratada.

 

Os sinais e sintomas de uma hérnia estrangulada incluem:

 

  • Náusea, vômito ou ambos

  • Febre

  • Dor repentina que se intensifica rapidamente

  • Uma protuberância de hérnia que fica vermelha, roxa ou escura

  • Incapacidade de mover seus intestinos ou eliminar gases

hérnia inguinal cirurgia BH

O estrangulamento da hérnia leva à interrupção do fornecimento sanguíneo, sendo uma complicação grave que requer atendimento de emergência.

Quando procurar um medico?

Toda hérnia inguinal deve ser avaliada por um especialista. Consulte o seu médico se você tiver uma protuberância dolorosa ou perceptível na virilha, em um ou ambos os lados. É provável que a protuberância seja mais perceptível quando você está de pé e geralmente pode senti-la se colocar a mão diretamente sobre a área afetada quando faz algum tipo de esforço ou tosse.

Agenda sua consulta aqui se precisa de avaliação médica.

 

Procure atendimento imediato se a protuberância da hérnia ficar vermelha, roxa ou escura ou se você notar quaisquer outros sinais ou sintomas de uma hérnia estrangulada (vide acima).

Quais as causas que podem levar ao surgimento de uma hérnia?

Algumas hérnias inguinais não têm causa aparente. Muitas podem ocorrer como resultado de:

 

  • Aumento da pressão dentro do abdômen

  • Um ponto fraco ja existente na parede abdominal

  • Esforço durante as evacuações ou urinar (intestino preso, aumento da próstata)

  • Atividade extenuante (muito esforço físico

  • Gravidez

  • Tosse ou espirros crônicos 

Em muitas pessoas, a fraqueza da parede abdominal que leva à hérnia inguinal ocorre antes do nascimento, quando uma fraqueza no músculo da parede abdominal não fecha adequadamente. Outras hérnias inguinais se desenvolvem mais tarde na vida, quando os músculos enfraquecem ou se deterioram devido ao envelhecimento, atividade física extenuante ou tosse que acompanha o tabagismo.

 

Fraquezas também podem ocorrer na parede abdominal mais tarde na vida, especialmente após uma lesão ou cirurgia abdominal.

 

Nos homens, o ponto fraco geralmente ocorre no canal inguinal, onde o cordão espermático entra no escroto. Nas mulheres, o canal inguinal carrega um ligamento que ajuda a manter o útero no lugar, e às vezes ocorrem hérnias onde o tecido conjuntivo do útero se liga ao tecido ao redor do osso púbico.

hérnia inguinal cirurgia BH

Atividades que exigem esforço físico como levantamento de peso

podem favorecer o aparecimento de hérnias

Quais são os principais fatores de risco?

 

Os fatores que contribuem para o desenvolvimento de uma hérnia inguinal incluem:

  • Ser homem. Os homens têm oito vezes mais probabilidade de desenvolver uma hérnia inguinal do que as mulheres.

  • Ser mais velho. Os músculos enfraquecem com a idade.

  • Ser branco.

  • História de hérnia na família. Você tem um parente próximo, como um pai ou irmão, que tem a doença.

  • Tosse crônica, como nos fumantes.

  • Constipação crônica. A constipação causa esforço durante a evacuação.

  • Gravidez. Estar grávida pode enfraquecer os músculos abdominais e causar aumento da pressão dentro do seu abdômen.

  • Nascimento prematuro e baixo peso ao nascer. As hérnias inguinais são mais comuns em bebês que nascem prematuramente ou com baixo peso ao nascer.

  • Hérnia inguinal anterior ou correção de hérnia. Mesmo que sua hérnia anterior tenha ocorrido na infância, você corre um risco maior de desenvolver outra hérnia inguinal.

Quais as complicações que uma hérnia inguinal pode causar?

  • Pressão nos tecidos circundantes. A maioria das hérnias inguinais aumenta com o tempo, se não for reparada cirurgicamente. Nos homens, as grandes hérnias podem se estender até o escroto, causando dor e inchaço.

  • Hérnia encarcerada. Se o conteúdo da hérnia ficar preso no ponto fraco da parede abdominal, o conteúdo pode obstruir o intestino, causando dor intensa, náuseas, vômitos e incapacidade de evacuar ou expelir gases.

  • Estrangulamento. Uma hérnia encarcerada pode interromper o fluxo sanguíneo para parte do intestino. O estrangulamento pode levar à morte do tecido intestinal afetado. Uma hérnia estrangulada é fatal e requer cirurgia imediata.

Como posso prevenir o aparecimento de uma hérnia inguinal?

Você não pode prevenir o defeito congênito que o torna suscetível a uma hérnia inguinal. Você pode, no entanto, reduzir a pressão sobre os músculos e tecidos abdominais. Por exemplo:

 

  • Mantenha um peso saudável. Converse com seu médico sobre o melhor plano de exercícios e dieta para você.

  • Enfatize os alimentos ricos em fibras. Frutas, vegetais e grãos inteiros contêm fibras que podem ajudar a prevenir a constipação e o esforço para evacuar.

  • Levante objetos pesados ​​com cuidado ou evite levantá-los. Se precisar levantar algo pesado, sempre dobre os joelhos - não a cintura.

  • Pare de fumar. Além de seu papel em muitas doenças graves, o tabagismo costuma causar tosse crônica que pode causar ou agravar uma hérnia inguinal.

hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH

Hábitos saudáveis como exercícios físicos, dietas e controle de peso orientados por profissionais ajudam na prevenção

Como é feito o diagnóstico de uma hérnia inguinal?

Geralmente, um exame físico é tudo o que é necessário para diagnosticar uma hérnia inguinal. Seu médico verificará se há uma protuberância na região da virilha. Como ficar em pé e tossir pode deixar uma hérnia mais proeminente, você provavelmente será solicitado a se levantar e tossir ou fazer força.

 

Se o diagnóstico não for prontamente aparente, seu médico pode solicitar um exame de imagem, como um ultrassom da parede abdominal e, em alguns casos, uma tomografia computadorizada.

hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH

Na maiorias dos casos, o exame físico é suficiente para o diagnóstico e o ultrassom da parede abdominal pode ajudar nos casos difíceis

Como é o tratamento da hérnia inguinal?

 

A grande maioria das hérnias inguinais requerem tratamento cirúrgico. Cada caso deve ser individualizado e a conduta final dependerá das condições clínicas do paciente e das características da hérnia.

 

Pacientes idosos e/ou com sérios problemas de saúde devem ser operados somente quando a hérnia traz mais ameaças que a cirurgia.

Se sua hérnia for pequena e não estiver incomodando você, seu médico pode recomendar apenas observação. As cintas, popularmente conhecidas como fundas, não são recomendadas, apesar de poderem ajudar a aliviar os sintomas. Verifique com seu médico porque o uso inadequado pode levar a complicações por compressão do conteúdo dentro da hérnia.

As hérnias que estão crescendo ou são dolorosas geralmente requerem cirurgia para aliviar o desconforto e prevenir complicações graves.

 

Existem dois tipos gerais de operações para correção da hérnia inguinal (herniorrafia inguinal): correção de hérnia aberta (convencional) e correção de hérnia minimamente invasiva.

 

Herniorrafia aberta ou convencional

Nesse procedimento, que pode ser feito com anestesia local e sedação ou anestesia raquidiana (nas costas), o cirurgião faz uma incisão na virilha e empurra o tecido protuberante de volta ao abdome. O cirurgião então reforça a área enfraquecida, geralmente utilizando com uma tela sintética (tela de Marlex). A abertura é então fechada com pontos.

Existem 2 técnicas mais comuns. Uma utiliza uma tela plana que é colocada sobre a musculatura enfraquecida e outra, mais moderna, consiste na colocação de um "plug"de tela que reforça o orifício da hérnia. Esta última pode ser feita com incisões menores, sendo menos traumática e dolorosa.

 

Após a cirurgia, você será incentivado a se movimentar o mais rápido possível, mas pode levar várias semanas até que possa retomar as atividades normais.

hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH

Figura 1: tela de Marlex.     Figura 2: herniorrafia convencional com tela.      Figura 3: herniorrafia com plug de tela

Correção de hérnia minimamente invasiva - videoparoscopia ou robótica

Neste procedimento que requer anestesia geral, o cirurgião opera através de várias pequenas incisões em seu abdômen. O cirurgião pode usar instrumentos laparoscópicos ou robóticos para reparar sua hérnia. O gás é usado para inflar seu abdômen para tornar os órgãos internos mais fáceis de ver.

 

Um pequeno tubo equipado com uma pequena câmera (laparoscópio) é inserido em uma incisão. Guiado pela câmera, o cirurgião insere minúsculos instrumentos em outras pequenas incisões para reparar a hérnia usando também uma tela sintética.

 

A cirurgia de hérnia minimamente invasiva permite que o cirurgião evite o tecido cicatricial de uma correção de hérnia anterior, por isso pode ser uma boa escolha para pessoas cujas hérnias recorrem após a cirurgia de hérnia aberta (hérnia recidivada). Também pode ser uma boa escolha para pessoas com hérnias em ambos os lados do corpo (bilateral).

As maioria das hérnias inguinais operadas por via minimamente invasiva podem ser corrigidas pela videolaparoscopia tradicional. Recentemente, a utilização de robôs vem revolucionando a cirurgia por vídeo, sendo a técnica mais moderna e segura. Especialmente os casos mais complexos, como hérnias volumosas ou recidivadas complexas e pacientes obesos, podem se beneficiar da cirurgia robótica.

Pessoas que passam por um reparo minimamente invasivo podem ter menos desconforto e cicatrizes após a cirurgia e um retorno mais rápido às atividades normais. Os resultados a longo prazo das cirurgias laparoscópicas e de hérnia aberta são comparáveis. Saiba mais sobre a cirurgia minimamente invasiva clicando aqui.

 

Tal como acontece com a cirurgia aberta, pode demorar algumas semanas até que você possa voltar ao seu nível de atividade normal.

hérnia inguinal cirurgia BH
hérnia inguinal cirurgia BH

Figura 1: ilustração do acesso minimamente invasivo para correção de uma hérnia inguinal esquerda . Figura 2: visão interna de uma herniorrafia por videolaparoscopia no momento de posicionamento da tela de Marlex.

hérnia inguinal cirurgia BH

A cirurgia robótica é a técnica mais moderna de acesso minimamente invasivo

Preparando-se para sua consulta médica

Quando você for ser avaliado pelo seu médico, algumas dicas podem ajudar na sua avaliação:

 

Faça uma lista de:

  • Seus sintomas, incluindo quando eles começaram e como eles podem ter mudado ou piorado ao longo do tempo

  • Informações pessoais importantes, incluindo mudanças recentes na vida e histórico médico familiar

  • Todos os medicamentos, vitaminas ou suplementos que você toma, incluindo doses

  • Perguntas para fazer ao seu médico

  • Leve um membro da família ou amigo, se possível, para ajudá-lo a se lembrar das informações que receber.

 

Para uma hérnia inguinal, algumas perguntas básicas para fazer ao seu médico incluem:

  • Qual é a causa mais provável dos meus sintomas?

  • Quais exames eu preciso fazer?

  • Quais tratamentos estão disponíveis e qual você me recomenda?

  • Se eu precisar de cirurgia, como será minha recuperação?

  • Tenho outros problemas de saúde. Como posso gerenciar melhor essas condições juntos?

  • O que posso fazer para prevenir outra hérnia?

  • Não hesite em fazer outras perguntas que você possa ter.

 

O que esperar do seu médico

É provável que seu médico faça várias perguntas, como:

  • Quando seus sintomas começaram?

  • Os seus sintomas permaneceram os mesmos ou pioraram?

  • Você tem dor no abdômen ou na virilha? Alguma coisa faz a dor piorar ou melhorar?

  • Que atividade física você realiza no seu trabalho? Que outras atividades físicas você pratica regularmente?

  • Você tem histórico de prisão de ventre?

  • Você já teve uma hérnia inguinal anterior?

  • Você fuma ou fuma? Sendo assim, quanto?

  • O que você pode fazer enquanto isso

ATENÇÃO: Procure atendimento médico de emergência se apresentar náuseas, vômitos ou febre, ou se a protuberância da hérnia ficar vermelha, roxa ou escura. Não espere por uma consulta agendada.